Cabo Verde

Cabo Verde continua na presidência da rede dos provedores de Justiça da CPLP

Cabo Verde vai continuar na presidência da rede dos provedores de Justiça da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). A informaçãfoi divulgada pelo provedor de Justiça do arquipélago, José Carlos Delgado. 

Ainda segundo a mesma fonte, o país irá continuar igualmente na presidência de comissões nacionais de direitos humanos e restantes instituições dos direitos humanos da comunidade lusófona. 

Trata-se de uma decisão que resulta da reunião da rede dos provedores de Justiça e Instituições Nacionais de Direitos Humanos da CPLP, realizada através de videoconferência, devido à pandemia da Covid-19. 

O provedor partilhou também que o encontro foi “muito produtivo” e que, enquanto Cabo Verde irá manter-se na presidência da rede em 2021, Portugal irá manter-se no Secretariado Executivo”. 

“Em junho, Cabo Verde deve assinar um protocolo com a provedoria portuguesa, e nessa altura vamos desenvolver, junto do Secretariado Executivo da CPLP, em Lisboa, mecanismos de mobilização de financiamento para atividades da rede, discutir e promover congéneres de cooperação com instituições de investigação e académicas”, disse. 

Recorde-se que, além de Portugal e de Cabo Verde, a CPLP integra ainda Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo