Cabo Verde

Cabo Verde: Convenção autárquica do MpD adiada devido à Covid-19

Líder do MpD, Ulisses Correia e Silva

A convenção autárquica do Movimento para a Democracia (MpD), que se encontrava prevista para este mês de abril, vai ser adiada. A nova data ainda está por decidir, dependendo da evolução da situação do novo coronavírus (Covid-19) em Cabo Verde.

O anúncio do adiamento foi feito pela secretária-geral do partido, Filomena Delgado. Segundo a própria, a anteceder esse encontro, durante o qual seriam apresentados os candidatos do MpD às eleições autárquicas deste ano, estava marcada uma reunião da Comissão Política Nacional (CPN) para a aprovação da lista dos candidatos.

“Nós já tínhamos uma data prevista para a reunião da CPN que iria aprovar a lista dos candidatos do MpD às autárquicas e depois faríamos a convenção autárquica em abril, mas acontece que com essa situação não é possível realizar nem a reunião da CPN e nem a convenção”, declarou.

“Ainda não definimos uma nova data e nem falamos em adiamento, mas claro que naturalmente está adiado, neste momento. Estamos em estado de emergência que vai até ao dia 17, depois terá que ser avaliada a situação, de modo que é difícil”, acrescentou.

O local previsto para a convenção autárquica era a ilha de São Vicente, o que agrava mais a situação devido às restrições nas deslocações de pessoas, tendo em conta o estado de emergência. “Por esses dias fica difícil deslocar pessoas de vários pontos do país”, explicou também Filomena Delgado.

Recorde-se que as eleições autárquicas no arquipélago estão previstas para o segundo semestre de 2020. Atualmente, o MpD lidera 18 das 22 câmaras municipais de Cabo Verde, que registou sete casos confirmados da Covid-19 e uma morte.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo