Cabo Verde

Cabo Verde: Correia e Silva acusado de persuadir jovens para legislativas

Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva
Ulisses Correia e Silva

A JPAI, braço juvenil do PAICV, acusou o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, de tentar comprar a consciência dos jovens nas vésperas das eleições legislativas. Recorde-se que o sufrágio está marcado para 18 de abril.

A acusação foi feita na voz do presidente da JPAI, numa conferência de imprensa feita na cidade da Praia. Segundo Fidel Cardoso de Pina, o chefe do Governo tem promovido diversos encontros com jovens por todo país, com a clara intenção de tentar atraí-los.

“Perante as medidas eleitoralistas e esses encontros com a juventude de última hora, para tentar comprar a consciência dos jovens cabo-verdianos nas vésperas das eleições legislativas, a JPAI condena este comportamento político inaceitável do senhor primeiro-ministro”, declarou.

“Não podemos aceitar isso! Reiteramos que este comportamento não é sério e nem politicamente aceitável vir tentar convencer os jovens desta forma, com operações de curto prazo para tentar ludibriar a juventude cabo-verdiana com estas manobras claras para tentar tirar benefícios eleitorais”, defendeu ainda.

“A juventude cabo-verdiana de hoje está cada vez mais informada, consciente, esclarecida e muito inteligente. Portanto a nossa juventude está alerta, ciente destas manobras e ações de última hora, e isso não irá alterar o seu sentido de voto”, concluiu Fidel Cardoso de Pina.

“Só agora nas vésperas das eleições que o Governo acordou para as questões da juventude? Por que as medidas em relação à juventude não foram tomadas ao longo do mandato? Porquê a juventude não esteve no centro das políticas públicas deste Governo, ao longo dos últimos quase cinco anos?”, questionou.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo