Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva

Cabo Verde: Correia e Silva comenta a “grande vitória”

O presidente do MpD, Ulisses Correia e Silva, renovou o seu mandato como primeiro-ministro através da vitória nas eleições legislativas, ocorridas no domingo, 18 de abril. 

“Foi uma grande vitória, a vitória de Cabo Verde”, disse o dirigente, acrescentando que se tratou de uma vitória do partido no poder “contra aqueles que estiveram contra Cabo Verde”. 

Foram estas as palavras proferidas no discurso em que Correia e Silva proclamou o triunfo da formação política, com maioria absoluta, tendo ainda assegurado que a mesma irá “continuar o bom trabalho” e que os números ditados pelas urnas serviram de “lição” para a oposição. 

“Nós estávamos à espera desta vitória”frisou igualmente na sede nacional do partido, na Praia. “Fizemos uma boa campanha, um bom combate, conseguimos convencer os cabo-verdianos da justeza daquilo que foi o percurso da governação, uma situação muito difícil, e da justeza das nossas propostas para o futuro”sublinhou. 

“Estamos aqui para continuar um bom trabalho: colocar Cabo Verde no caminho seguro para o desenvolvimento, colocar Cabo Verde mais resiliente”concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin