Cabo Verde: CPR do PAICV em Santo Antão elege nova presidente

A Comissão Política Regional (CPR) do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) em Santo Antão elegeu Elisa Pinheiro como presidente. A nomeada obteve 99% dos votos no domingo, 09 de janeiro, substituindo assim Saturnino Baptista no cargo. 

Segundo os dados divulgados pela CRP do PAICV e citados na “Inforpress”, dos 2.660 militantes inscritos nos três concelhos de Santo Antão, 1.325 foram às urnas. O número equivale a uma taxa de afluência de 49%. 

No mesmo dia foram também a nova comissão política regional e o conselho jurisdicional, para um mandato de três anos. 

Elisa Pinheiro declarou que lidera uma equipa “congregadora e capaz de contribuir para o necessário projeto de construção do futuro do PAICV a nível regional e nacional”. O objetivo da nova presidente é preparar o PAICV em Santo Antão para as “eleições autárquicas em 2024 e as legislativas de 2026”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin