Cabo Verde: Diáspora cabo-verdiana acusa Governo de abandono

Mais de 50 cabo-verdianos encontram-se retidos, há já cerca de três meses, nos países europeus França, Bélgica e Holanda, devido ao fecho das fronteiras internacionais por causa da pandemia da Covid-19.

Um grupo de cidadãos afirmou que está desanimado com a situação e decidiu denunciar aquilo que considera ser o “descaso e abandono” por parte do Governo de Cabo Verde e das respetivas embaixadas nos países referidos.

Um dos visados disse que chegou à Holanda a 11 de março para consultas médicas, não pretendendo passar mais de 15 dias no local. No entanto, com o fecho das fronteiras no dia 18, continua com a família no mesmo sítio sem poder regressar a Cabo Verde.

Segundo a mesma fonte, foram feitas tentativas de regresso, mas sem sucesso. O desânimo com a situação surge também pelo facto de a mesma ter sabido que já houve, entretanto, voos para repatriar cabo-verdianos em outros países, tendo os mesmos chegado, alegadamente, vazios ou quase vazios ao arquipélago africano.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Brasil: como o mundo virtual está a mobilizar divergências políticas no país

Brasil: como o mundo virtual está a mobilizar divergências políticas no país

As redes sociais têm sido o ambiente preferido dos apoiantes de Jair Bolsonaro, ex-presidente do Brasil, para se mobilizarem. No…
STP: Assalto ao Quartel das Forças Armadas

STP: Assalto ao Quartel das Forças Armadas

Para os santomenses uma das prioridades é conhecer rapidamente o desfecho da investigação relacionada com os acontecimentos de 25 de…
STP: Frente Unida dos Partidos Políticos de Oposição desconfia das investigações

STP: Frente Unida dos Partidos Políticos de Oposição desconfia das investigações

A oposição vai introduzir uma moção de censura ao XVIII governo constitucional, na sequência dos acontecimentos de 25 de novembro…
Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

O delegado da Inspeção Nacional das Atividades Económicas (INAE) de Nampula foi detido esta quinta-feira, 12 de janeiro, por ordens…