Cabo Verde: Dívida pública atingiu 137,5% do PIB em 2020

EDIÇÃO DE FIM DE SEMANA

Ministério das Finanças de Cabo Verde informou que a dívida pública no terceiro trimestre de 2020 era de 137,5% do Produto Interno Bruto (PIB). Assim, verificou-se um aumento de 17,5% face ao ano anterior. 

De acordo com o Boletim da Dívida Pública publicado pelo referido ministério, o aumento é explicado pela “queda do PIB e pelo aumento nominal da dívida, como consequências do impacto da crise económica provocada pela pandemia da Covid-19” 

“O seu crescimento absoluto foi de 15.333,2 milhões de CVE [escudos cabo-verdianos], equivalente a uma variação positiva de 6,5% face ao valor do trimestre homólogo do ano anterior, que se justifica pela combinação dos seguintes fatores: novos recursos mobilizados; variação cambial e as amortizações do período em análise”pode ler-se no documento. 

É igualmente mencionado que o “serviço da dívida pública do Governo Central atingiu no 3o trimestre de 2020 o valor de 12.053,3 milhões de CVE, representando um aumento de 14,3% em relação ao valor do ano anterior no mesmo período. 

O aumento foi mais consistente no serviço da dívida interna, que cresceu 29,6% em relação ao período anterior, que corresponde em termos absolutos o valor de 1.660,6 milhões de CVE. O aumento do serviço da dívida interna é justificado pelo perfil de amortização dos Títulos de Tesouro, que são geralmente de prazos mais curtos e com valor de juros mais elevados, quando comparado com os da dívida externa”, lê-se ainda. 

Boletim da Dívida Pública refere também que no terceiro trimestre do ano passado “o valor global correspondente a nova dívida bruta do Governo Central, para financiar o Orçamento do Estado, foi de 20.259,1 milhões CVE”. Houve “um aumento ligeiro de 1,5% face ao valor do período homologo do ano anterior”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin