Cabo Verde: Dívida pública subiu mais de 264.477 milhões de escudos

O ‘stock’ da dívida pública de Cabo Verde subiu em março para mais de 264.477 milhões de escudos (2.393 milhões de euros), devido à pandemia da Covid-19. Este valor equivale a 146,4% do Produto Interno Bruto (PIB) previsto para 2021. 

No relatório síntese da execução orçamental até março são mostrados dados que indicam que a dívida pública do país aumentou cerca de 1,6% em um mês, face ao volume de 260.343 milhões de escudos (2.355 milhões de euros) em fevereiro, equivalente a 144,1% do PIB. 

Já em março de 2020, ainda antes dos efeitos da pandemia nas finanças públicas, o ‘stock’ da dívida pública correspondia a praticamente 244.370 milhões de escudos (2.211 milhões de euros), traduzido em 116% do PIB desse ano. 

Até março, a dívida pública contraída internamente valia o equivalente a 43,5% do PIB cabo-verdiano (31,8% em março de 2020), aumentando para mais de 78.583 milhões de escudos (711 milhões de euros). Quanto à dívida externa, valia 102,9% (84% em 2020), aumentando para mais de 185.894 milhões de escudos (1.682 milhões de euros). 

A crise económica causada pela Covid-19 refletiu-se através de quebra nas receitas fiscais e a necessidade de aumento de apoios sociais e às empresas. O Governo cabo-verdiano está a recorrer desde abril do ano passado ao endividamento público para financiar o funcionamento do Estado, através de empréstimos internacionais e pela emissão de títulos do Tesouro no mercado interno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin