Cabo Verde escolhido para programa de cooperação militar

A ministra da Defesa de Cabo Verde, Janine Lélis, anunciou neste domingo, 07 de novembro, que a Guarda Nacional do Estado de New Hampshire, nos Estados Unidos da América (EUA), selecionou o arquipélago africano para um programa especial de cooperação. 

A informação foi avançada pela governante durante a cerimónia de juramento de bandeira ocorrida na ilha de São Vicente. De acordo com Lélis, a parceria vai ter uma duração de cinco anos e surge como resposta a um pedido feito pelo Governo cabo-verdiano em dezembro de 2019. 

A ministra considera que esta é mais uma oportunidade de crescimento para as “Forças Armadas pelas oportunidades que terão”, cita o “Expresso das Ilhas”. No discurso foi igualmente referido que “Cabo Verde já está a fazer a identificação das áreas prioritárias e de interesse mútuo para, no quadro desta colaboração, melhor capacitar as Forças Armadas nos seus mais diversos campos de atuação”

Cabo Verde, prosseguiu, está a fazer uma aposta forte na defesa cooperativa, ao procurar parcerias estratégicas que empoderem o país no combate às ameaças que enfrenta, principalmente, através dos mares. Entre os perigos estão o terrorismo, a criminalidade organizada transacional, a pesca ilegal, o tráfico de droga e a imigração clandestina, entre outros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin