Cabo Verde

Cabo Verde: Estado compra 27,44% das ações da Caixa Económica

Multibanco

O Estado de Cabo Verde vai comprar as ações da sociedade macaense Geocapital na Caixa Económica de Cabo Verde, cuja aquisição pela International Holding Cabo Verde (IHCV), do empresário espanhol Enrique Bañuelos de Castro, tinha sido aprovada pelo Banco Central.

O Banco de Cabo Verde (BCV) revelou em maio deste ano que tinha aprovado a aquisição de participação de 27,44% das ações da Caixa Económica de Cabo Verde pela IHCV, tendo considerado que a mesma assegura “uma gestão sã e prudente” da instituição.

Ainda segundo o BCV, a IHCV comunicou a esta entidade, em julho de 2018, a sua intenção de “adquirir ações representativas de até 30% do capital social da Caixa Económica de Cabo Verde”. Quatro meses após este comunicado, a GeoCapital – Gestão de Participações comunicou ao Banco Central cabo-verdiano a vontade de “alienar as ações” que compunham a sua participação qualificada na Caixa Económica de Cabo Verde, representativas de 27,44% do capital social desta instituição financeira.

Depois de terem sido feitas as diligências previstas na lei, o Conselho de Administração do BCV decidiu, durante a reunião da sessão ordinária de 21 de dezembro de 2018, “aprovar a aquisição de participação qualificada correspondente a 27,44% das ações da Caixa Económica de Cabo Verde”.

O Governo cabo-verdiano anunciou nesta segunda-feira, 08 de julho, que se iria realizar, na cidade da Praia, a assinatura do contrato de compra e venda das ações da GeoCapital na Caixa Económica de Cabo Verde. “A totalidade dessas ações, 27,44% do capital da instituição, vai ser adquirida pelo Estado de Cabo Verde”, pode ler-se na nota divulgada pelo Executivo.

Também segundo o documento, “esta iniciativa do Governo enquadra-se no âmbito de transformar Cabo Verde num país plataforma de financiamento”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo