Cabo Verde: Estudantes na Rússia sofrem com sanções da guerra

Os estudantes cabo-verdianos na Rússia estão a sofrer com uma das sanções económicas dirigidas ao país governado por Vladimir Putin, devido à guerra contra a Ucrânia. 

O problema encontra-se na exclusão da Rússia do Sistema de Pagamento Internacional (SWIFT), avança a “DW África”. Isso cria dificuldades aos estudantes, uma vez que os familiares e o Governo de Cabo Verde não conseguem enviar-lhes dinheiro e apoios sociais. 

Os jovens não têm dinheiro suficiente para a alimentação e outras despesas, mesmo tendo uma bolsa de estudos subsidiada pelo Governo russo e que tem sido paga até ao momento. Há ainda a agravante do aumento do custo de vida na Rússia, que tem piorado desde o início da invasão à Ucrânia. 

Segundo o Presidente da Associação dos Estudantes Cabo-verdianos na Rússia, Renato Fortes, ouvido pela DW, a situação vai piorar se não for encontrada uma solução. 

“A situação dos estudantes cabo-verdianos na Rússia poderá piorar, caso não seja encontrado um método de envio de subsídio de Cabo Verde ou de outro país para a Rússia”, declarou. 

“Nós não estamos em contacto direto com o Governo. Porém, temos recebido ajuda da diretora do Ministério dos Negócios Estrangeiros, que tem tentado encontrar métodos para fazermos transferências a partir de outros países para a Rússia”, acrescentou.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…