Cabo Verde: Exportações e importações subiram em setembro

Instituto Nacional de Estatísticas (INE) de Cabo Verde divulgou dados provisórios do Comércio Externo, referentes a setembro deste ano, onde é verificado um aumento das exportações à volta dos 33,5%, quando comparado com o mesmo período de 2020. 

Também subiram as importações, em 9,2%, comparativamente ao mesmo mês do ano passado. No mesmo período em análise, o déficit da balança comercial aumentou 7,7% e a taxa de cobertura subiu 1,3 %. 

Em setembro de 2021, as exportações do arquipélago alcançaram um total de 474 mil contos (quatro mil euros), o que reflete um crescimento de 119 mil contos (33,5% – mil euros) face ao mês homólogo de 2020. 

É ainda verificado que a Europa mantém-se como o principal cliente de Cabo Verde, ao representar 98,1% do total das exportações cabo-verdianas. Espanha lidera o ranking dos principais clientes (66,2%), seguida da Itália (16,3%), de Portugal (6,6%) e dos Estados Unidas da América (1,7%). 

Os produtos mais exportados terão sido os preparados e conservas de peixes (77,7%), vestuários (6,8%) e calçados (6,6%). 

No que diz respeito às importações, a Europa continua a ser o principal fornecedor de Cabo Verde, com um peso de 70,8% do montante total. Seguem-se Ásia/Oceânia (14,1%), América (9,9%), resto do mundo (3,5%) e da África (1,7%). 

É Portugal que lidera entre os fornecedores de Cabo Verde, com 48,1% do total, seguido de Espanha (7,7%), Países Baixos (5,8%), Índia (5,5%) e China (5,4%). O país africano tem entre os produtos mais importados os combustíveis (13,4%), reatores e caldeira (7,4%), veículos automóveis (7,1%), ferro e as suas obras (5,3%), e máquinas e motores (4,5%). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin