Cabo Verde: Governo analisa construção de cais de pesca em Santo Antão

O Governo cabo-verdiano está a estudar as condições existentes para a construção de cais de pescas em algumas comunidades piscatórias no interior da ilha de Santo Antão. 

Este estudo, feito através da cooperação japonesa, inclui as comunidades do Monte Trigo e Tarrafal, no concelho do Porto Novo, bem como a Pontinha de Janela, no município do Paul. Tratam-se de zonas piscatórias de grande interesse e onde o mar é muito instável a nível de ondulação. 

Nas referidas aldeias já foram construídos desembarcadouros, mas acabaram por ser destruídos pelo mar. Por esse motivo o Governo procura, com o estudo em questão, ser mais assertivo em relação às condições para a construção de pequenos cais de pesca, muito reivindicados pelos operadores. 

O ministro da Economia Marítima, Paulo Veiga, já tinha mencionado numa das suas recentes visitas a Santo Antão que o Governo estava a estudar com empresas nacionais e internacionais as condições para a construção de infraestruturas. Segundo o próprio, “não será algo fácil” devido às condições do mar nessas comunidades. 

Apesar de não ter um cais de pesca, esta ilha possui a segunda maior frota pesqueira semi-industrial do arquipélago, com 15 embarcações, tendo a mesma sido reforçada recentemente com um barco industrial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin