Cabo Verde

Cabo Verde: Governo informa que procura turística recua 15 anos

Praia, capital de Cabo Verde

O Governo cabo-verdiano piorou a sua previsão em relação ao setor do turismo. Depois de sete meses do encerramento de fronteiras, devido à pandemia da Covid-19, informou que a procura turística pelo arquipélago deverá recuar em 2020 a níveis de 2005. 

Esta representa assim uma quebra de 70%, significando então a perda de mais de 550 mil turistas face à previsão inicial do Governo. A conclusão consta dos documentos de suporte à proposta de lei do Orçamento do Estado para 2021. 

Entretanto, o país reabriu nesta semana os quatro aeroportos internacionais a voos comerciais do exterior, suspensos desde 18 de março.

Em julho, com a previsão de reabertura do arquipélago aos voos internacionais comerciais no mês seguinte – que não se concretizou, avançando apenas um corredor aéreo para voos essenciais a partir de Lisboa , o Governo estimava que a procura turística iria recuar este ano a níveis de 2009, com a perda de 536 mil turistas. 

Recorde-se que o setor do turismo garantia 25% do Produto Interno Bruto (PIB) cabo-verdiano. O Governo estimava inicialmente, no arranque do ano, antes da pandemia, um crescimento da procura turística de 6,6%, o que o aproximava da meta anual de um milhão de turistas, depois de um crescimento de 7% em 2019.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo