Cabo Verde: Governo rejeita criação de um “Portal de Transparência”

O Governo cabo-verdiano considera “inoportuna” a proposta do PAICV sobre a criação de um “Portal de Transparência” para que a população acompanhe a execução do Orçamento do Estado para 2023. 

A declaração foi divulgada em comunicado nesta terça-feira, 08 de novembro, onde é mencionado que a transparência já é “um compromisso” da atual administração. 

“O PAICV está a propor o que negou, terminantemente, fazer. E o que verdadeiramente este Governo está a fazer. Por isso, uma proposta extemporânea. A transparência, mais do que um princípio, tem sido adotada como um compromisso na administração deste Governo”, afirma o Governo no documento. 

É também mencionado que o Executivo tem feito um “importante percurso” no que diz respeito à transparência na aplicação dos recursos públicos, trabalho que salienta ter sido reconhecido por instituições nacionais como internacionais.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…