Cabo Verde

Cabo Verde: Hotéis perderam 83% de trabalhadores em 2020

Praia capital de Cabo Verde
Praia, capital de Cabo Verde

O número de trabalhadores ao serviço nos estabelecimentos hoteleiros de Cabo Verde desceu quase 83% no final de 2020. Esta percentagem representa menos de 1.600 comparativamente a 2019, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). 

O Inventário Anual de Estabelecimento Hoteleiros, divulgado pelo INE, refere que os estabelecimentos em questão empregavam diretamente 9.050 trabalhadores no final de 2019 (após um máximo de 9.417 em 2018). Esse número caiu para 1.577 em dezembro do ano passado. 

Tal deveu-se à pandemia da Covid-19, que chegou ao arquipélago em março de 2020. O setor do turismo foi gravemente prejudicado devido às restrições impostas pela pandemia da Covid-19, já que não contou praticamente com visitantes estrangeiros. 

Deste total, 58,1% eram mulheresMas, mesmo com a grande quebra na procura – sem voos internacionais de março a dezembro –, a ilha do Sal continuou a liderar em total de trabalhadores do setor ao serviço, com 35%, seguida de Santiago (Praia), com 33,1%. 

A ilha da Boa Vista, segunda mais procurada pelos turistas estrangeiros, fechou 2020 com apenas 27 trabalhadores nas unidades hoteleiras. No passado mês de março recebeu o primeiro voo internacional, de Itália, mais de um ano depois da última ligação aérea.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo