Cabo Verde: José Maria Neves reitera candidatura à presidência

O ex-primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves, reconfirmou a sua candidatura à Presidência da República. Segundo o próprio, trata-se de uma candidatura suprapartidária. 

Assim, o político espera contar “com o apoio do PAICV (Partido Africano da Independência de Cabo Verde) e de outros partidos”. O seu objetivo é ser um Presidente “acima dos partidos e moderador do Sistema Político”. 

As declarações foram escritas na página pessoal da rede social Facebook, onde pode ainda ler-se que as eleições presidenciais, marcadas para 17 de outubro, “não podem” reduzir-se ao confronto entre os partidos políticos. “Seria empobrecedor para a Democracia”, realçou. 

Como tal, decidiu lançar “uma Candidatura suprapartidária”“É uma Candidatura suprapartidária porque, assim manda a Constituição da República (…). Não permitamos, pois, que se transformem as Eleições de Outubro numa mera reeleição das Eleições Legislativas de Abril”lê-se também. 

O ex-chefe do Executivo considera “muito reducionista” o apelo “insistente” à partidarização do espaço público e das próximas Presidenciais, bem como ao “brutal permanente confronto” entre as duas principais forças políticas, MpD e PAICV, nas presidenciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin