Cabo Verde

Cabo Verde: MpD diz que ganhos da atual governação asseguram inclusão social e redução das desigualdades

O grupo parlamentar do MpD considerou nesta terça-feira, 21 de janeiro, que os ganhos da atual governação “são por demais evidentes” e que asseguram a “inclusão social e a redução das desigualdades e assimetrias” em Cabo Verde. 

As declarações foram feitas pelo vice-presidente do grupo parlamentar do partido no poder, Armindo da Luz, através de uma conferência de imprensa que teve como mote o balanço das Jornadas Parlamentares. 

Entretanto, estão a ser discutidas no Parlamento as “Politicas de Rendimento” no quadro da segunda sessão plenária de janeiro, que se realiza de 22 a 24 do corrente mês e que tem no centro o debate com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva. O tema foi proposto pela bancada da UCID. 

Para Armindo da Luz, o Governo tem demonstrado uma visão estratégica impulsionadora da promoção e elevação da dignidade de cada cabo-verdiano, estribadas na promoção da sua autonomia e inclusão. 

Segundo o parlamentar, o debate vai permitir partilhar com o povo os “incontestáveis ganhos da governação do MpD nestes setores”, face à implementação, que o mesmo considerou de sucessos que se assentam “na criação de mais riqueza nacional e mais políticas de redistribuição de rendimento”. 

Neste sentido, indicou o crescimento económico médio anual no período de 2016-19 acima dos 5% (6,7% no terceiro trimestre de 2019), o que, a seu ver, contrariou a média do “crescimento económico rastejante e inferior” a 1% (2913/2015), realçando que o atual Governo tem vindo a privilegiar a inclusão social pela via do acesso ao emprego, ao rendimento e à educação, no âmbito das medidas de políticas de redistribuição de rendimento abarcando os setores do emprego, educação, formação e estágios profissionais.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo