Cabo Verde: MpD e PAICV diferem na análise da conta gerência de 2019 em São Miguel

A conta gerência do ano económico de 2019 da Câmara Municipal de São Miguel foi analisada nesta segunda-feira, 08 de junho, durante a XII sessão ordinária. O Movimento para a Democracia (MpD), partido no poder,  fez uma análise positiva, ao contrário do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), maior formação política na oposição.

De acordo com o relatório apresentado, em 2019, a nível de receitas, foi orçamentado um valor de 381.632.337 escudos (3.461.050 euros), e desta quantia foram executados 368.712.164 escudos (3.343.870 euros), o que representa uma concretização de 97 por cento (%).

Quanto às despesas, foram orçamentados 388.170.139 escudos (3.520.340 euros) e executados 361.952.332 escudos (3.282.570), o que reflete uma realização de 93%.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, a conta gerência demonstra um desempenho “extraordinário” da edilidade.

“Queremos enaltecer os ganhos em matéria de infraestruturação do concelho, valorização do território, do ambiente, da construção de cidade saudável, de um município muito mais competitivo, mais atrativo, mas sobretudo da qualidade de vida e da redução do desemprego”, declarou.

Por sua vez, o representante da bancada do PAICV, Alcides Furtado, afirmou que a organização política da qual faz parte analisou negativamente a conta gerência porque até a autarquia reconhece falhas.

“É uma conta gerência que não se consegue analisar por causa da falta de documentação. Hoje, no momento da discussão, viram com os documentos comprovativos de bancos que deveriam estar na conta gerência para uma melhor análise”, expôs.

Já o líder da bancada municipal do MpD, Francisco Sanches, fez uma apreciação “muito positiva” da conta gerência.

“Reflete aquilo que prevemos no nosso orçamento de 2019 e colocámos tudo em prática”, defendeu, acrescentando que 57% do orçamento foi aplicado em investimentos, principalmente na requalificação urbana, reabilitação de habitações, educação e apoio às famílias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Ainda há população nas aldeias do posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia, apesar de ter sido decretada a evacuação…
Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

O último fim-de-semana foi marcado por mais uma investida dos grupos terroristas, no distrito de Quissanga e na ilha Quirimba,…
Cabo Verde: Perfil do candidato Aquilino Varela

Cabo Verde: Perfil do candidato Aquilino Varela

Aquilino Varela é um educador, analista político e defensor apaixonado do desenvolvimento comunitário. Nascido e criado em Gil Bispo, Santa…
Cabo Verde: Aquilino Varela anuncia candidatura às eleições autárquicas de Santa Catarina

Cabo Verde: Aquilino Varela anuncia candidatura às eleições autárquicas de Santa Catarina

Professor e analista político promete mudança radical e participação cidadã na gestão do município, desafiando o tradicionalismo partidário Numa declaração…