Cabo Verde: MpD espera que novo PR respeite a Constituição

A secretária-geral do MpD, Filomena Delgado, felicitou nesta segunda-feira, 08 de novembro, o novo Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, pela tomada de posse que irá decorrer esta terça-feira, dia 09. 

Em declarações à “Inforpress”, a representante do partido no poder disse esperar que Neves mostre o maior respeito pela Constituição da República do arquipélago. A afirmação foi feita na altura em que falava sobre expectativa do MpD em relação à magistratura do candidato nomeado nas eleições presidenciais de 17 de outubro. 

“Confiamos que o Presidente da República irá tudo fazer no respeito pela Constituição da República no quadro das funções que compete a um Chefe de Estado”, realçou. 

Filomena Delgado espera ainda que a magistratura de Neves, apoiada pelo PAICV, tenha uma “boa coabitação com o Governo”, apoiado pelo MpD.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin