Cabo Verde: MpD vê diáspora como “pilar estratégico”

O Movimento para a Democracia (MpD) considera a diáspora como um “pilar estratégico” do desenvolvimento de Cabo Verde. Isto porque, segundo o partido no poder, a mesma tem uma “visão ambiciosa” para atingir a sustentabilidade.

A posição foi defendida pelo deputado Emanuel Barbosa. O parlamentar afirmou nesta quinta-feira, 09 de julho, que o atual Governo, “em obediência a esta visão estratégica”, tem traçado políticas públicas dirigidas às comunidades emigradas. As mesmas são vistas na perspetiva de integração no processo de desenvolvimento do arquipélago.

Neste âmbito, avançou, o MpD tem feito assim uma “pragmática parceria” estratégica com a diáspora cabo-verdiana. A mesma encontra-se sobretudo acorada numa “efetiva visão” da nação global tendente à construção do futuro comum.

Barbosa referiu que nos últimos quatro anos têm sido adotadas medidas de políticas conducentes a promover uma “relação mais estreita” e mais “profícua” entre a diáspora e o país. Entretanto, as mesmas vêm sendo implementadas de “forma consistente, sistemática e estruturada”.

O político concluiu que o Executivo tem feito um “trabalho sério” no sentido de aprofundar e ampliar o espaço de influência da diáspora cabo-verdiana, no processo de desenvolvimento do país. Tal tem como pedra angular as orientações constantes do documento estratégico “Agenda 2030”.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…