Cabo Verde: “Nha Pumbinha adiciona valor na vida das mulheres” entrevista com Lara Almeida

O projeto “Nha Pumbinha”, criado por Lara Patrícia Amado, é uma marca que produz pensos higiénicos reutilizáveis, acessíveis a todas as meninas e mulheres.

“Atualmente a marca tem foco em se especializar na produção de um único produto, pensos higiénicos reutilizáveis impermeáveis, mas, comecei também por desenvolver discos de limpeza do rosto também reutilizáveis” afirma Lara Amado. O projeto “Nha Pumbinha” foi criado oficialmente em dezembro de 2020, depois de ter passado por testes com pessoas próximas da criadora, até ser um produto aceitável para a comercialização.

A criadora do projeto explica que criou a marca por causa da própria dor, do fluxo elevado, da necessidade de um certo recolhimento e o constrangimento de se sujar. Para Lara, a mulher cabo-verdiana está a tornar-se cada vez mais numa consumidora racional, já que 80% das mulheres entre os 20 e 30 anos preferem não utilizar nos cabelos produtos derivados de petróleo. “E é cada vez mais é possível observarmos mulheres adotando uma alimentação livre de carnes vermelhas, glúten e lactose, tudo em prole de um estilo de vida mais saudável”.

Durante a pandemia mundial, Lara teve a necessidade de agir no sentido de trazer segurança a outras mulheres com os mesmos desafios, e é nesta mesma linha que a missão da marca é garantir o acesso a produtos menstruais a todas as meninas e mulheres do país, sem a utilização de materiais nocivos, e assim também promover o cuidado com a natureza. A comercialização do produto é feita de forma online, as caixas para fluxo muito escasso têm o valor de 1.500$00, e para fluxo médio a elevado é 2.000$00.

“A “Nha Pumbinha” é vista como uma marca que adiciona valor na vida das mulheres, especialmente daquelas que sofrem com alergias, e daquelas que têm disciplina financeira. E muitas mulheres mudaram completamente a relação com a sua menstruação, e outras utilizam os pensos higiénicos descartáveis durante o dia e “Nha Pumbinha” à noite. E todas ficam muito impressionadas com a elevada absorção” assevera Lara Patrícia.

Porquê “Nha Pumbinha”?

Segundo Lara Amado, “pomba é um animal que simboliza paz, pureza, simplicidade, harmonia esperança e a felicidade reencontrada, dentro do contexto cultural ocidental, numa visão mais pagã a pomba representa a pureza do amor e como complemento é associado ao amor carnal e aos instintos sexuais”.

Mas enfatiza que a marca “não se refere ao amor entre duas pessoas e sim ao amor da mulher por ela mesma, “Nha Pumbinha” é autocuidado e autoconsciência”.

É de referir o projeto começou com a OMCV em São Vicente. Em cada dez vendas de absorvente reutilizável é oferecido um absorvente a uma menina em situação vulnerável.

Perfil

A empreendedora, Lara Patrícia Amado Almeida, tem 38 anos, é natural da Ilha de São Vicente, mãe do Paco e detém uma microempresa. Tirou Gestão e Economia, variante Auditoria Financeira, na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde, e considera-se uma mulher muito resiliente, criativa, doce e brincalhona para os mais próximos e enigmática para os desconhecidos.

Na sua adolescência começou a fazer pulseiras que seriam vendidos em pequenas feiras. Já na universidade, desenvolveu o hobby de fazer malas para senhoras que depois se transformou num negócio. Empreender decididamente não é a atitude mais romântica que se pode tomar na vida, mas com toda a certeza vale e muito a pena.

Já foi secretária, recepcionista, comercial de multinacional, secretária executiva, entre outros, que segundo Lara, deram-lhe bagagem para hoje desenvolver a própria empresa com entusiasmo e competência.

Anícia Cabral – Correspondente

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Timor-Leste: Presidente da República volta a criticar setor judicial

Timor-Leste: Presidente da República volta a criticar setor judicial

O Presidente da República de Timor-Leste, José Ramos-Horta, criticou o uso excessivo da prisão preventiva, assim como o “cópia e cola”…
Brasil: Média móvel de mortes por covid-19 no país já alcança 80 por dia

Brasil: Média móvel de mortes por covid-19 no país já alcança 80 por dia

O Brasil registou mais 15 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, chegando às 689.560 desde o início da pandemia.…
Guiné Equatorial: Oposição continua a reclamar votos "roubados" nas eleições

Guiné Equatorial: Oposição continua a reclamar votos "roubados" nas eleições

O Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, foi reeleito no sufrágio de 20 de novembro com 94,9% dos…
Rússia: Mães lançam petição para protegerem filhos da guerra

Rússia: Mães lançam petição para protegerem filhos da guerra

Um grupo de mães de soldados russos decidiu unir-se a um grupo ativista para lançar uma petição online onde é…