Cabo Verde: Novo Presidente da República toma posse hoje

O Presidente da República escolhido pelos cabo-verdianos toma posse hoje, a 9 de novembro de 2021, numa celebração nesta manhã, pelas 10h00, na Assembleia Nacional.

Na comemoração estarão, doze delegações estrangeiras e cinco Chefes de Estado detalhadamente, Marcelo Rebelo de Sousa, de Portugal, João Lourenço, de Angola, Nana Akufo-Addo, do Gana, e também Presidente em exercício da CEDEAO, Macky Sall, do Senegal e Umaro Sissosso Embaló, da Guiné-Bissau. O quinto Presidente do País José Maria Neves, sucede Jorge Carlos Fonseca.

Dos Estados Unidos da América, a delegação é chefiada pelo Ministro do Trabalho, Martin Walsh, do Brasil pelo vice-Presidente, Hamilton Mourão, da França pela Ministra da Igualdade de Género, a Franco-Cabo-verdiana Elisabeth Moreno e a CEDEAO serão representada pelo seu Presidente, Jean Claude Kassi Brou, ao passo que a CPLP far-se-á pelo seu Secretário Executivo, Zacarias da Costa.

É de referir que José Maria Neves venceu as eleições de 17 de outubro como 51,75% dos votos expressos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin