Cabo Verde

Cabo Verde: Olavo Correia admite revisão do OGE de 2020 por causa do coronavírus

Olavo Correia

O vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, admitiu nesta quarta-feira, 11 de março, que irá ser feita uma revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2020 devido ao “arrefecimento” do crescimento económico do país, causado pelo coronavírus Covid-19.

O também ministro das Finanças reconheceu que a “situação que o mundo atravessa terá, certamente, um impacto muito grande na economia cabo-verdiana”, uma vez que a mesma é bastante dependente dos mais de 750 mil turistas que recebe anualmente.

Olavo Correia lembrou que, “após as medidas de restrição tomadas pelos Estados Unidos da América”, cancelando voos dos países europeus, e com “a mobilidade restringida” a nível global, “consequentemente” haverá “um grande impacto no turismo em Cabo Verde, nos aeroportos, bem como ao nível das empresas que actuam no setor dos transportes aéreos”.

“Isso tudo, seguramente, resultará num arrefecimento da dinâmica de crescimento privado em Cabo Verde. Todo este cenário está a ser analisado pelo Governo e, oportunamente, o ministério que tutelo apresentará ao Conselho de Ministros uma proposta, permitindo que possamos ajustar o nosso Orçamento do Estado em função do contexto”, afirmou.

No entanto, frisou que, “antes de tudo”, é necessário estar “muito focado na questão da saúde pública”.

Entretanto, o Governo cabo-verdiano trabalhará “na mobilização de parceiros internacionais”, entre os quais com o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional (FMI), de maneira a conseguir “mitigar o efeito do coronavírus na economia cabo-verdiana e, sobretudo, nas pessoas”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo