Cabo Verde

Cabo Verde: PAICV afirma que MpD desrespeita decisão da CNE

PAICV na Assembleia de Cabo Verde
PAICV na Assembleia de Cabo Verde

O PAICV em São Vicente acusou o rival MpD de se recusar a cumprir a deliberação da Comissão Nacional de Eleições (CNE), que mandou o partido no poder retirar os materiais de propaganda gráfica que colocou no Mindelo e em vários pontos de Cabo Verde de forma ilegal. 

Segundo o mandatário da candidatura do PAICV pelo círculo eleitoral de São Vicente, Graciano Nascimento, a atitude do MpD tratar-se de um comportamento de arrogância, prepotência e falta de respeito pela legalidade. Isto porque não deve ser feita propaganda nas vésperas das eleições legislativas, marcadas para o próximo mês, 18 de abril. 

A observação foi feita em conferência de imprensa, realizada nesta terça-feira, 23 de marçoO político referiu diversas ações ilegais que MpD realizou antes do início oficial da campanha para as legislativas deste ano. 

Um dos principais problemas realçados pelo representante do maior partido da oposição deve-se à colocação de cartazes do líder do MpD em mais do que uma ilha darquipélagocomo é o caso de São Vicente, na sede de Rua de Lisboa. 

“São situações graves que, por si só, merecem uma análise cuidada do eleitorado cabo-verdiano. Não sabemos o que se passa nas outras ilhas, mas em São Vicente pela Rua de Lisboa há cartazes que estão ainda colocados na sede de campanha do partido, o que demonstra uma clara e gritante falta de respeito do MPD pelas instituições e pela legalidade no país”, criticou. 

Foram igualmente mencionados os diversos projetos que a ilha de Santo Antão tem recebido nestes últimos tempos, entros quais o lançamento do estudo do aeroporto, da extensão do porto em Porto Novo e de Centros de Saúde.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo