Cabo Verde: PAICV dá voz a emigrantes com dificuldades nas alfândegas

O PAICV criticou os desajustes e a demora das alfândegas. Neste âmbito, exigiu às autoridades que se justificassem face à situação.

Isto porque, de acordo com o Secretário-Geral Adjunto para as Relações Externas e Diáspora, Francisco Pereira, o problema está a causar mal-estar junto dos emigrantes, que encontram-se na linha de frente para ajudar Cabo Verde no seu processo de desenvolvimento.

“Estamos perante uma situação em que a legislação existente e a infraestrutura modernizada não se traduzem em melhoria dos serviços, nem na ampliação da satisfação dos utentes. Porquanto, a disfunção do sistema alfandegário tem criado um crescente mal-estar junto dos emigrantes, cujas encomendas, muitas das vezes, fazem o sustento de milhares de famílias cabo-verdianas”, declarou.

A mesma fonte acrescentou que o mau funcionamento das alfândegas contraria a propaganda eleitoralista do Governo, apoiado pelo MpD, em relação às ações governativas direcionadas à diáspora.

“A continuação deste impasse para além de engendrar a diminuição da receita do Estado, contraria naturalmente a propensão dos emigrantes em investir no país. Aliás, pelo valioso contributo que os emigrantes vêm dando no quadro da Covid-19, mereciam um outro tratamento da parte do Governo da República”, disse ainda Francisco Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

Cabo Verde: Correia e Silva quer Economia Digital a valer 25% do PIB

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, tem como meta fazer com que a Economia Digital contribua com 25% do Produto Interno Bruto (PIB). Este objetivo…
Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

Grécia quer cooperar com Angola na Segurança Marítima

A Grécia manifestou a Angola o seu desejo de estabelecer cooperação nos domínios da Segurança Marítima, Comércio, Turismo, Indústria, Agricultura e Inovação. Essa…
Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin