Cabo Verde: PAICV denuncia “fragilidades urbanísticas” em São Vicente

O PAICV em São Vicente mencionou “fragilidades urbanísticas graves” que considera terem contribuíram para as inundações, desabamentos e desalojamento de algumas famílias na ilha após as últimas chuvas. 

Para o maior partido da oposição em Cabo Verde o sistema de drenagem não funcionou. As declarações foram feitas pelo presidente da Comissão Política Regional (CPR) do PAICV, Alcides Graça, numa conferência de imprensa realizada nesta quarta-feira, 16 de setembro. 

Apesar de não se poder prever as consequências das cheias, acrescentou, os responsáveis municipais não devem contribuir para o agravamento das condições urbanísticas “precárias” da cidade. 

“Quem cria lotes de terrenos nas ribeiras, bloqueando o caminho da água, está a contribuir para o perigo que a força da natureza pode representar com a queda das chuvas fortes. Quem concede um lote de terreno, tapando conscientemente o caminho da água da chuva, encravando uma moradia, sabe que em caso de chuva a família corre risco de vida, deve ser responsabilizado pelas consequências inerentes, afirmou. 

Quem concede lotes de terrenos nas encostas, sem qualquer plano urbanístico e sem criar todas as condições de segurança está a contribuir para o perigo de vida de muitas famílias em caso de chuva”disse ainda. 

Alcides Graça, que responsabiliza a edilidade Mindelense pela situação, pediu que fosse feito um balanço dos estragos em São Vicente, à semelhança do que aconteceu na cidade da Praia. Assim as famílias afetadas pelas cheias do último fim de semana poderiam ser mais facilmente socorridas, encontrando-se muitas delas em situação difícil, partilhou. 

“As cheias invadiram casas, levando todos os pertences de algumas famílias, destruíram paredes, abalaram casas que cederam e estão em perigo de derrocar. Muitas pessoas estão literalmente na rua porque têm medo de regressar às suas casas por causa do risco de desabamento”, alertou.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: PAICV critica "falhanço" na política de segurança do Governo

Cabo Verde: PAICV critica "falhanço" na política de segurança do Governo

O PAICV apontou o “falhanço” nas políticas de segurança do Governo cabo-verdiano esta quarta-feira, 11 de janeiro, no Parlamento.  “No…
Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

Timor-Leste: Estado gasta 53 mil euros por dia em veículos

O Ministério das Finanças de Timor-Leste divulgou dados que indicam que o Estado gastou mais de 57 mil dólares americanos…
Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

Brasil: Bolsonaro poderá vir a ser deportado dos EUA

No dia 30 de dezembro do ano passado, o então presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deixou o país rumo ao…
Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Cerca de 38 organizações portuguesas e quase 300 pessoas assinaram um documento de apoio ao governo democraticamente eleito do Brasil…