Cabo Verde

Cabo Verde: PAICV denuncia que “não vai chegar nenhum navio novo no dia 15 de outubro”

José da Silva Gonçalves

O PAICV garantiu que possui dados que asseguram que “não vai chegar nenhum navio novo no dia 15 de outubro”, tendo este anúncio sido feito recentemente pelo ministro dos Transportes Marítimos, José da Silva Gonçalves.

A conclusão surgiu após uma visita descentralizada ao círculo de São Vicente, nomeadamente a instituições ligadas ao mar, tribunal e sindicatos filiados na União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde – Central Sindical (UNTC-CS). Depois de reuniões com o administrador da CV Inter-ilhas e com a Associação Cabo-verdiana dos Armadores da Marinha Mercante (ACAMM), o deputado João do Carmo declarou que no dia 15 de outubro os cabo-verdianos vão poder ter a certeza de que “Cabo Verde está perante um governo não sério” e que está a “brincar com o povo”.

“Cada vez que nos encontramos com os armadores da marinha mercante de São Vicente ganhamos mais convicção de que o processo do composto internacional do Governo foi um processo viciado, que prejudicou claramente os armadores nacionais e toda a população de Cabo Verde”, realçou.

O político pediu ao povo para que ficasse atento aos próximos dias, uma vez que, segundo ele, os problemas com os transportes marítimos vão continuar e com sinais de retrocesso. “Neste momento há uma priorização para o transporte de passageiros. No entanto, o transporte de cargas continua muito àquem daquilo que era o caderno de encargos. Há ilhas, como Sal e São Nicolau, onde as mercadorias não estão sendo transportadas”, afirmou.

Para João do Carmo, o país não estaria a enfrentar estes problemas se a concessão tivesse sido dada aos armadores nacionais, acrescida de algum recurso financeiro.

O maior partido na oposição aguarda que seja apresentado o resultado da comissão de inquérito ao processo de concessão, acreditando que haverá provas de que o mesmo não correu bem.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo