Cabo Verde: PAICV diz que estado da nação é “muito mau”

O líder do grupo parlamentar do PAICV afirmou que o estado da nação é “muito mau”. Rui Semedo baseou esta opinião no contexto em que o país vive e na “falta de impactos positivos” das políticas de governação nos últimos anos.

“A questão de transporte não se resolveu, o mundo rural foi abandonado e perdeu-se o fôlego inicial que se tinha em relação a este setor”, criticou.

O dirigente acrescentou que as políticas de integração social também “continuam com dificuldades”. Já a política do combate à pobreza regrediu, segundo o próprio.

As declarações foram feitas à imprensa na sequência das jornadas parlamentares que antecedem o último Estado da Nação da presente legislatura. O momento foi igualmente aproveitado para mencionar que os jovens ainda têm dificuldades no acesso ao emprego.

“Ainda não há medidas sustentáveis para o financiamento do ensino superior e não há políticas de integração dos jovens no mundo laboral”, observou então.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

O governo brasileiro não aderiu a uma ação de 39 países que solicitaram a abertura de investigações formais contra o…
Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

A despeito da posição “neutra” declarada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Brasil votou nesta quarta-feira (2) pela imediata retirada das…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin