Cabo Verde: PAICV diz que falta de voos domésticas e custos elevados são grandes obstáculos ao desenvolvimento económico

A declaração foi feita pelo porta-voz da Bancada parlamentar do PAICV, Walter Évora, durante a conferência de imprensa de balanço das jornadas do seu partido.

“A escassez de ligações aéreas domésticas e os elevados custos dos transportes continuam a ser grandes entraves ao desenvolvimento económico de Cabo Verde, e podemos afirmar que a falta de voos domésticos está a estrangular a economia das ilhas. Há cerca de dois anos que Cabo Verde tem apenas um avião para fazer a ligação entre as sete ilhas que possuem aeroporto, causando grandes prejuízos à economia destas ilhas”, afirmou Walter Évora.

Relativamente aos transportes, a nível internacional, Walter especifica que há uma empresa estatal com um buraco financeiro de grandes dimensões e que continua a sorver os recursos públicos do país. “Para se ter uma ideia, só em 2019, os prejuízos dos TACV atingiram seis milhões de contos e continuamos a não ter as contas de 2020 e de 2021”, frisou.

O porta-voz debruça ainda sobre às Contas de 2018, afirmando que “o Relatório mostra que há um conjunto de irregularidades e violações de vários dispositivos da Lei de Enquadramento Orçamental, não há contas da Direção Geral do Património do Estado, há utilização indevida de receitas consignadas, os erros e omissões atingiram valores elevados, houve pagamentos indevidos, feitos por alguns ministérios e aquisições públicas que deviam ser submetidas ao visto prévio do Tribunal de Contas e não foram”.

Concluiu dizendo que as contas vieram confirmar um aumento da dívida pública cabo-verdiana, um elevado nível de despesas de funcionamento do Estado e um facto preocupante traduzido na prescrição de contas, de 2016 a 2018, de instituições, como por exemplo a Câmara Municipal da Praia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin