Cabo Verde: PAICV diz que situação social da Praia é “deprimente e vergonhosa” para os governantes

O PAICV em Santiago Sul classificou como “deprimente” e “vergonhosa” para os governantes locais e nacional a situação social vivida na cidade da Praia, na sua generalidade, tendo apontado como exemplo o bairro da Calabaceira.

A afirmação foi feita pelo presidente da Comissão Política Regional de Santiago Sul do partido, Carlos Tavares, neste domingo, 20 de outubro, durante a 24ª reunião descentralizada no bairro da Calabaceira, onde a formação política iniciou o dia com uma visita porta-a-porta, com o objetivo de sentir “o pulsar da comunidade sobre as suas preocupações, desafios e expectativas, bem como sonhos para as suas localidades”.

Segundo o dirigente, com os contactos estabelecidos junto da população do referido bairro da capital cabo-verdiana no encontro com esta Comissão Política Regional do PAICV foram abordadas várias preocupações no sentido de as autoridades passarem a ter “atuações mais acertáveis na resolução dos seus problemas”.

Enumerou a problemática do desemprego, “com jovem parado e sem oportunidades de formação profissional”, o abandono do centro social local, a necessidade de remodelação do Campo de Futebo e das estradas e ruas, a falta de apoio aos jovens e crianças, bem como dificuldade no apoio no campo de assistência e saúde, principalmente junto dos idosos.

“A situação social da cidade da Praia é muito má”, sublinhou, questionando a atuação das três câmaras municipais da Região, entre as quais Praia, São Domingos e Ribeira Grande de Santiago, à luz da competência e atribuições estipulados no Estatuto dos Municípios e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, ODS’2030, por considerar que as “autarquias têm estado muito aquém” das suas obrigações.

Para Carlos Tavares, a maneira como as autarquias “abordam os problemas, de forma parcial e da visão curta”, tem contribuído para o falhanço que tem vindo a retardar os problemas estruturais do município, sendo uma das causas para toda esta situação a inexistência de políticas de combate à pobreza, da coesão social e da qualidade ambiental, entre outras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-Presidente preocupado com desemprego juvenil

Guiné Equatorial: Vice-Presidente preocupado com desemprego juvenil

O Vice-Presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, partilhou a sua preocupação relativamente ao desemprego juvenil no país. Tendo em conta esta situação, falou…
Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Em Portugal o “Público” noticia que o “PS lança novo portal que permite pagamento de quotas e adesões online”. De acordo com o…
As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

Em média, as primeiras memórias que as pessoas podem recordar remontam a quando tinham apenas dois anos e meio de…
Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, informou que o mais recente pedido de suspensão da dívida por parte do país a parceiros…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin