Cabo Verde: PAICV exige medidas “ajustadas” em São Domingos

O PAICV declarou que os habitantes de São Domingos, vila situada no interior da ilha de Santiago, estão desesperados e com medo de sair de casa devido ao aumento da criminalidade. 

Neste âmbito, exigiu ao Governo cabo-verdiano que tomasse medidas “ajustadas” para acabar com a situação. A exigência foi feita através do deputado nacional do PAICV por Santiago Sul, Manuel Brito, numa conferência de imprensa realizada na cidade da Praia. 

O político partilhou a preocupação no que diz respeito ao “aumento substancial do índice de insegurança” no município de São Domingos. A questão da segurança no arquipélago, continuou, tem sido trazida com muita frequência para a agenda pública. 

Isto porque as medidas apresentadas pelo Governo para assegurar este “bem essencial à população não têm sortido os efeitos desejados, revelando-se ineficazes”, concluiu. 

“De dezembro de 2020 à presente data, a situação no município de São Domingos tem sido dramática, com assaltos à mão armada nas ruas, nas habitações e estabelecimentos comercias, deixando um número significativo de vítimas, famílias e cidadãos, que lutam diariamente para o seu pão de cada dia, e por isso estão indignados e intranquilos perante esta situação”, criticou. 

Assim, a formação política ordena que o Governo atue de “forma vigorosa” para acabar com o aumento substancial do índice de insegurança em São Domingos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin