Cabo Verde: PAICV exige “mercado aberto e concorrencial” nas telecomunicações

O PAICV exige que o Governo cabo-verdiano acabe com o “monopólio de facto” da CVTelecom. Desta forma, defende, poderá haver um “mercado aberto e concorrencial” no domínio das telecomunicações.

De acordo com o secretário-geral do maior partido da oposição no país, Julião Varela, no dia 11 de julho os cabo-verdianos “foram apanhados de surpresa por um ‘blackout’ geral dos serviços de telecomunicações, que alcançou todo o território nacional”.

As críticas foram feitas numa conferência de imprensa, onde o PAICV reagiu então ao que considerou de “descaso” por parte do Governo. Isto porque a entidade governamental, enquanto “representante do Estado acionista”, ainda “não disse uma só palavra” sobre o incêndio registado na CVTelecom.

“Um silêncio que atesta uma completa banalização do apagão”, sublinhou o dirigente. Como tal, referiu, a situação demonstra a “indiferença” das autoridades para com os cidadãos e em relação aos prejuízos causados pelo incêndio.

Para a formação política, a atitude do Governo representa “uma falta de responsabilidade” e também uma “manifesta incompreensão da dimensão estratégica das telecomunicações para o desenvolvimento do país”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

Brasil: Guerra leva o país a escolher produzir fertilizantes em terras indígenas ou comprar do Irão 

A ministra da Agricultura do Brasil Tereza Cristina anunciou que vai apresentar um plano nacional para produção de fertilizantes no…
Moçambique: exoneração de Membros do Governo

Moçambique: exoneração de Membros do Governo

O Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, no uso das competências que lhe são conferidas pela alínea a) do número…
Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

Brasil não assina adesão à ação de 39 países contra o governo de Vladimir Putin 

O governo brasileiro não aderiu a uma ação de 39 países que solicitaram a abertura de investigações formais contra o…
Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

Brasil vota nas Nações Unidas pela imediata retirada das tropas russas da Ucrânia 

A despeito da posição “neutra” declarada pelo presidente Jair Bolsonaro, o Brasil votou nesta quarta-feira (2) pela imediata retirada das…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin