Cabo Verde

Cabo Verde: PAICV pede implementação de “políticas públicas concretas” para meio rural

O chefe da bancada parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Rui Semedo, afirmou que o seu partido vai pedir ao Governo cabo-verdiano a implementação de “políticas públicas concretas” para o meio rural, com o objetivo de fazer face às dificuldades dos habitantes que moram nessas zonas.

A declaração foi feita à imprensa nesta terça-feira, 26 de maio, após as jornadas de preparação do maior partido da oposição no país para a segunda sessão parlamentar de maio, que inclui o debate com o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, sobre políticas públicas para o mundo rural.

De acordo com o político, o tema proposto é uma oportunidade para “discutir o país real” e analisar como as populações têm enfrentado com “tenacidade” os três anos consecutivos de seca, acrescentando-se atualmente a “situação difícil” da Covid-19.

A falta de água, acrescentou, tem levado “dificuldades extremas” ao campo , considerando ser necessário a necessidade de uma “verdadeira política” para esse bem essencial, tanto para a mobilização de consumo e de rega, como para a higienização neste momento especial.

Semedo entende que devem ser avaliadas ainda as políticas de emprego, agricultura, pesca e pecuária.

“Os programas de emergência que deveriam surgir desde o mês de outubro apenas tiveram primeiros sinais no mês de março, e, depois com a crise da pandemia os programas foram paralisados”, criticou.

Para o PAICV, a política agrícola “é prioritária” para que as pessoas tenham acesso ao rendimento e não precisem de estar dependentes, “como estão agora”, do Estado e da solidariedade das pessoas e das organizações.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo