Cabo Verde

Cabo Verde: PAICV quer informações sobre aviões retidos nos EUA

Janira Hopffer Almada

A presidente do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), Janira Hopffer Almada, pediu ao primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, informações sobre aviões retidos nos Estados Unidos da América (EUA).

Na carta que a dirigente escreveu, com carácter de urgência, questionou “quais as razões de fundo que levaram a essa situação (alegada retenção de 3 aviões da Cabo Verde Airlines (CVA) no Estado de Flórida, Estados Unidos da América (EUA)); em que medida o País ficará prejudicado com esse acontecimento; quando se prevê resolver essa situação, salvaguardando os interesses do país”.

Além de esclarecimentos sobre os aviões retidos, Hopffer Almada solicitou uma cópia do Acordo Parassocial, que foi assinado na altura do processo de “Privatização” da Companhia de Bandeira e que ainda, apesar de muitas insistências do PAICV, o Governo continua a não facultar.

A líder do maior partido da oposição no arquipélago africano sublinhou que o seu pedido está coberto pelo artigo n.º 65 do Regimento da Assembleia Nacional, nas alíneas g) e l), e que o mesmo é motivado pela importância que o setor dos transportes tem em Cabo Verde.

“Num País arquipelágico como Cabo Verde, a organização de um sistema de transportes moderno, eficiente e eficaz desempenha um papel crucial no processo de desenvolvimento, dado que garante a mobilidade de pessoas e de bens intra e inter-ilhas, bem como a ligação ao mundo, cada vez mais globalizado”, pode ler-se.

No documento é também frisado que “o sector dos transportes é, igualmente, primordial para a coesão territorial, a competitividade e o crescimento da economia e a geração de riquezas, emprego e rendimentos para as famílias, as empresas e o país no seu todo”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo