Cabo Verde: PAICV quer investigação sobre campanha eleitoral na pandemia

O vice-presidente do PAICV, Rui Semedo, defendeu que as autoridades deveriam realizar um estudo para avaliar se o aumento do número de casos de infeções causadas pela Covid-19 em Cabo Verde está relacionado com as campanhas eleitorais. Recorde-se que as legislativas ocorreram no passado domingo, 18 de abril. 

“Seria um pouco ajuizado da minha parte fazer esta ligação causa/efeito campanha eleitoral e o aumento do número de casos infetados pela Covid-19”dissequando questionado sobre o tema. 

As declarações foram feitas à margem da audiência que o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, manteve com os representantes dos partidos políticos com assento parlamentar, no quadro da nomeação do primeiro-ministro saído das eleições do dia 18. Ulisses Correia e Silva, líder do MpD, voltou a ser reeleito. 

De acordo com Semedo, é “normal e natural” que o chefe de Estado chame as formações políticas para ouvi-las sobre o processo da indicação de quem deverá governar o país. 

“À luz da nossa Constituição, quem deverá governar o país é o partido mais votado e que tenha o maior número de deputados e, neste caso, à luz dos resultados, a questão está a ficar cada mais clara”, realçou. 

No entanto, acrescentou, o PAICV tem “algumas reservas” sobre o facto de a auscultação dos partidos políticos dever acontecer após a publicação definitiva dos resultados eleitorais, considerando que assim possa fazer “mais sentido”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin