Cabo Verde: PAICV quer “mobilização nacional” por “grave crise de segurança”

O presidente interino do PAICV, Rui Semedo, considera que o Governo cabo-verdiano deu um grande passo ao reconhecer a gravidade da situação de insegurança do país, sobretudo na Praia.

No entanto, frisou, falta coragem para dar outro passo: sentar-se à mesa com todos, universidades, especialistas e organizações da sociedade civil, e trabalhar na estruturação de respostas mais adequadas para os desafios da atualidade.

“Estamos a falar da mobilização nacional para fazer face à grave crise de segurança”, disse Semedo numa conferência de imprensa. O dirigente mencionou ainda a necessidade de garantir estabilidade e segurança profissional, material e emocional aos próprios agentes da segurança para poderem desempenhar a sua missão da melhor maneira possível.

O político acrescentou que a “segurança é um desígnio nacional e deve ser tratada como um recurso estratégico para o desenvolvimento de Cabo Verde”.

“É urgente a normalização e a pacificação das relações entre as instituições com a missão de garantir a segurança às pessoas, colocando em evidência os princípios da interligação, da complementaridade, da cooperação e de uma relação institucional saudável, voltada para cumprir a missão de garantir este bem essencial que é a segurança do país, das pessoas e bens”, defendeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS e Justiça debatem impacto da dívida de contribuintes

Moçambique: INSS e Justiça debatem impacto da dívida de contribuintes

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), os órgãos da administração da Justiça e os empregadores e os sindicatos da…
Timor-Leste: Governo já executou 36,5% do OGE de 2022

Timor-Leste: Governo já executou 36,5% do OGE de 2022

O Governo de Timor-Leste já executou, nos primeiros noves meses deste ano, 36,5% do Orçamento Geral do Estado (OGE) retificativo aprovado para…
STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

O Presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD) Jorge Bom Jesus, acredita numa “vitória”…
STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

STP: Acabou a campanha para as eleições do próximo dia 25

Terminou esta sexta-feira em São Tomé e Príncipe, a campanha eleitoral para as eleições legislativas, autárquicas e regionais marcada para…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin