Cabo Verde: Poupanças dos cidadãos nos bancos desceram em julho

As poupanças dos cabo-verdianos nos bancos baixaram ligeiramente em julho, para 72,4 milhões de euros. É este o número divulgado pelo mais recente relatório estatístico mensal do Banco de Cabo Verde (BCV). 

No entanto, o mesmo documento indica que as poupanças acumulam um crescimento de 17% desde o início da pandemia da Covid-19. 

Os depósitos de poupança nos bancos cabo-verdianos atingiram os 8.007 milhões de escudos (72,4 milhões de euros) no final de julho, o que representa uma descida de 0,8% comparativamente a junho. Em março de 2020, antes da pandemia, as poupanças correspondiam a 6.847 milhões de escudos (61,5 milhões de euros) e foram crescendo quase todos os meses. 

Entre março e abril deste ano, os depósitos de poupança nos bancos cabo-verdianos aumentaram 7%, de 7.736 milhões de escudos (70,4 milhões de euros) para quase 7.844 milhões de escudos (71,4 milhões de euros). 

O registo da primeira descida no valor dos depósitos de poupança em nove meses aconteceu em julho. Também os depósitos a prazo nos bancos caíram quase 6% no espaço de um mês, para cerca de 42.415 milhões de escudos (383,7 milhões de euros). 

No país operam sete bancos comerciais com licença para trabalhar com clientes residentes e quatro apenas com licença para clientes não residentes, considerados ’offshore’, regime que termina no final deste ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin