Cabo Verde

Cabo Verde: PP desconfia dos fins dados às ajudas internacionais para a Covid-19

O líder do Partido Popular (PP), Amândio Barbosa Vicente, afirmou neste domingo, 31 de maio, que duvida dos fins que estão a ser dados às ajudas internacionais que Cabo Verde tem recebido para combater a pandemia da Covid-19.

“Reparamos que há muita trafulhada e manobra no fundo para ver se na verdade o dinheiro recebido foi para outros fins e não para o de gestão da crise sanitária. Temos dúvida de tudo que tem a ver com o dinheiro que foi recebido”, declarou.

Os dirigentes do partido da oposição, que não tem assento parlamentar, aproveitaram a reunião quinzenal para analisarem questões sobre a gestão da crise sanitária do novo coronavírus e também sobre a corrupção no arquipélago, além da demolição das casas no bairro de Alto da Glória, na cidade da Praia.

Barbosa Vicente protestou igualmente contra o Governo em relação ao facto de as pessoas terem ficado retidas nas ilhas, acusando ainda o Governo de se ter vingado contra a direção do PP, que ficou “preso” durante dois meses na Ilha da Boa Vista.

Segundo o político, os transportes, tantos aéreos como marítimos, iam e voltavam muitas vezes vazios, mas os dirigentes do PP, mesmo com os testes da Covid-19 negativos, não foram transportados da Boa Vista para a cidade da Praia.

“O Governo deixou-nos lá porque queria vingar-se do PP, que tem sido uma pedra no sapato deste Governo”, frisou.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo