Cabo Verde

Cabo Verde: PR diz que Boa Vista “tem que ser pensada numa dimensão que ultrapassa o número de habitantes”

Jorge Carlos Fonseca

O Presidente cabo-verdiano, Jorge Carlos Fonseca, declarou nesta segunda-feira, 02 de agosto, que Boa Vista é uma “ilha com problemas e muitos desafios pela frente”, defendendo a necessidade de a mesma ter que “ser pensada numa dimensão que ultrapassa o número dos habitantes”.

A posição do governante foi partilhada no final do primeiro dia do programa, após ter visitado a Delegacia de Saúde, a Escola Secundária e as três localidades do Norte, João Galego, Fundo das Figueiras e Cabeça de Tarafes.

Para o Chefe de Estado, tem que “se pensar a Boa Vista além dos habitantes,” cujo número se aproxima de duas dezenas de milhares de pessoas, mas também “como um destino turístico, com outros milhares de pessoas que a visitam”. Ou seja, segundo o próprio, “em termos de problemas de segurança, de saúde, de saneamento, há que projetar a Boa Vista numa dimensão que ultrapassa a dos seus habitantes”.

Entretanto, apesar destes desafios, o Presidente da República disse que a ilha está “motivada a crescer e a desenvolver-se” para, a prazo, “criar condições para proporcionar o bem-estar aos boa-vistenses”.

Ao fazer um balanço da agenda de visitas desta segunda-feira, concluiu que “o dia de visitas lhe deu para aperceber que Boa Vista está num processo interessante de crescimento e desenvolvimento”.

Jorge Carlos Fonseca vai visitar nesta terça-feira, 03, as obras da 2.ª Fase da Via da rotunda do Aeroporto do Rabil, rotunda de “As Pedras” e a ligação a Povoação Velha, seguida de uma visita ao referido povoado. No roteiro estão ainda as localidades de Estância de Baixo, Rabil, o bairro da Boa Esperança e as obras do novo assentamento, a Norte do mesmo bairro.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo