Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

Cabo Verde: PR ouve forças políticas sobre resultados das eleições

O Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonsecaauscultou nesta quarta-feira, 21 de abril, as forças políticas com assento parlamentar sobre o processo eleitoral. Recorde-se que as autárquicas ocorreram no domingo, 18 de abril, tendo o MpD sido o grande vencedor. 

Tanto o MpD quanto o PAICV afirmam que ainda não houve qualquer indigitação, uma vez que estão à espera da publicação de dados definitivos. 

Após o encontro com o chefe de Estado, a secretária-Geral do MpD, Filomena Delgado, disse à imprensa que a conversa decorreu em torno dos resultados das eleições. Isto porque há a “necessidade” de aguardar a publicação dos resultados definitivos e a instalação da Assembleia Nacional, de maneira a que o processo faça o seu “curso normal”. 

“Conversar com os partidos é normal. Não há nada definitivo. Neste momento os resultados são claros, mas não há nada que comprometa qualquer outra saída. Portanto, é normal essa audição e não houve nenhuma indigitação de ninguém, não se falou em nomes. O que se está a aguardar são os resultados definitivos”esclareceu. 

Por sua vez, o vice-presidente do PAICV, Rui Semedo, declarou que era normal que, na sequência das eleições legislativas, o Presidente chamasse os partidos para ouvi-los, designadamente sobre a constituição do Executivo ou a indicação de quem deveria governar o país. 

Ainda assim, prosseguiu, a maior formação política da oposição no arquipélago tem dúvidas se os encontros do governante com os partidos não deveriam ser feitos apenas depois da publicação definitiva dos resultados eleitorais. 

Já a UCID, através do líder António Monteiro, defendeu que Jorge Carlos Fonseca deveria aguardar pela publicação do mapa geral das eleições para indigitar o primeiro-ministro. “Os partidos têm 24 horas para reagir ao mapa e, logo que o tivermos, vamos analisar. E se os dados não forem aquilo que nós gostaríamos que fossem, em termos de realidade, teremos tempo para recorrer”expôs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin