Cabo Verde: Preço dos combustíveis sofre novo aumento

A Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME) em Cabo Verde divulgou que a partir desta segunda-feira, 01 de novembro, os preços de combustíveis no mercado nacional iriam aumentar. 

Na nova tabela em vigor pode ler-se que o Gasóleo Normal passa a ser vendido a 114,60 ESC7L; a Gasolina passa a 142,20 ESC/L; o Petróleo a 97,70 ESC/L; o Gasóleo para Electricidade 99,40 ESC/L; Gasóleo Marinha a 84,40 ESC/L; o Fuel 380, a 96,30 ESC/kg; Fuel 180, a 99,20 ESC/kg. 

Quanto ao Gás Butano, é agora vendido a granel por 169,00 ESC/L; as garrafas de 3Kg passam a custar 482,00 ESC/Kg; as de 6 Kg, a 1014 ESC/Kg; as de 12,5Kg a 2112,00 ESC/Kg e as de 55Kg, 9294,00 ESC/Kg. 

Segundo a ARME, este aumento do preço dos combustíveis no mercado nacional deve-se às subidas significativas e generalizadas dos preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais durante o mês de outubro (15,54%), quando comparado com setembro. 

Assim, o cenário externo levou ao aumento médio dos preços dos combustíveis de 9,93% no mercado interno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin