Cabo Verde

Cabo Verde: Presidente apela ao diálogo para travar populismos no país

Jorge Carlos Fonseca

O Presidente cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca alertou nesta segunda-feira, 13 de janeiro, para o populismo crescente no país. Para que o problema seja resolvido, aconselhou o diálogo e a atenção às “preocupações, inquietações e ansiedade” da população, de forma a prevenir situações que “podem pôr em coesão e tranquilidade sociais”. 

As declarações foram feitas no discurso oficial do chefe de Estado no Parlamento, durante a sessão solene comemorativa do dia da Liberdade e da Democracia, que assinala a realização, em 13 de janeiro 1991, das primeiras eleições multipartidárias no país. 

O governante alertou assim para a existência de “alguns sinais” do “canto da sereia do nacional-populismo”, o que, ajuntou, “nem sempre surge com uma linguagem agressiva ou abertamente antidemocrática, pode mostrar-se atraente, cómodo, mas, afinal, ardiloso e portador de soluções que rejeitámos há quase três décadas”. 

Jorge Carlos Fonseca mencionou que a estagnação da economia, que leva a “crescentes desigualdades sociais e de rendimentos”, a intensificação dos movimentos migratórios, “agudizando o sentimento de rejeição pelos imigrantes”, e as redes sociais dão “voz a partidos, grupos e líderes populistas” que antigamente “não tinham tempo de antena para prometerem, muitas vezes, o irrealizável, mas que segmentos importantes das populações querem ouvir”. 

Para o Presidente, a democracia instituída no arquipélago africano há 29 anos é um motivo de “orgulho” que não pode ser beliscado “de forma nenhuma”, apesar das necessidades que os mais carenciados ainda enfrentam em Cabo Verde ao nível da saúde, da habitação e da segurança. 

“A satisfação das necessidades básicas é uma condição necessária para o usufruto da liberdade, ainda que não seja suficiente”, defendeu, salientando que “a ultrapassagem progressiva desses constrangimentos é fundamental para o aprofundamento, o alargamento e a solidez da democracia”

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo