Cabo Verde

Cabo Verde: Primeiro-ministro alerta para forte recessão devido ao coronavírus

Ulisses Correia e Silva

O primeiro-ministro cabo-verdiano alertou para uma forte recessão na economia do país em 2020, devido à pandemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19). Ulisses Correia e Silva prevê um Orçamento retificativo até junho para mitigar a crise.

Segundo o governante, foi a essas conclusões que chegou a equipa do Ministério das Finanças, tendo as mesmas sido validadas pela equipa de missão do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em Cabo Verde estão confirmados três casos de Covid-19. Todos eles encontram-se na ilha da Boa Vista e são turistas estrangeiros, permanecendo agora de quarentena.

Entretanto, o país está fechado a voos internacionais para desembarque de passageiros. Tal irá refletir-se na economia, uma vez que o arquipélago é dependente das receitas do turismo, com mais de 750 mil turistas anuais e um crescimento económico anual que tem ficado acima dos 5%.

Correia e Silva informou que haverá uma reunião do Conselho de Concertação Social nesta terça-feira, 24 de março, servindo a mesma para que o Governo apresente medidas de mitigação e de apoio às empresas, bem como à proteção dos trabalhadores.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo