Cabo Verde recebe Cimeira dos Chefes de Estado Africanos

Cabo Verde vai acolher, de 02 a 04 de dezembro, a Conferência Económica para a África e uma Cimeira dos Chefes de Estados Africano, avança o “Expresso das Ilhas”. O objetivo é debater o financiamento do desenvolvimento em África. 

O evento, que vai ser realizado na ilha do Sal, é co-organizado pelo Banco Africano de Desenvolvimento, pela Comissão Económica da União Africana e pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. O Governo cabo-verdiano e o Presidente da República, José Maria Neves, patrocinam o encontro. 

A informação foi avançada à imprensa pelo vice-primeiro-ministro e ministro da Finanças, Olavo Correia, e pela coordenadora do Sistema das Nações Unidas, Ana Graça, à saída de um encontro com o chefe de Estado. 

Segundo as duas fontes acima referidas, Neves já se “prontificou a dar toda a colaboração para que o colóquio seja um sucesso e que Cabo Verde continue a despontar como um espaço para grandes conferências internacionais”

“Será um momento extraordinariamente importante e oportuno, sobretudo no contexto da pandemia da Covid-19 e do pós-Covid, para debatermos os desafios do financiamento do desenvolvimento em África. Debater como podemos mobilizar mais recursos endógenos, como podemos ter uma máquina fiscal mais moderna, mais eficiente e mais capaz de mobilizar os recursos que os nossos países precisam”, disse Olavo Correia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin