Cabo Verde | Guiné-Bissau

Cabo Verde reconhece legitimidade do Governo de Aristides Gomes na Guiné-Bissau

Luís Filipe Tavares

O Governo cabo-verdiano afirmou que “alinha perfeitamente com a comunidade internacional”, entre as quais a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) e o Conselho de Segurança das Nações Unidas, reconhecendo o Executivo de Aristides Gomes como o legítimo da Guiné-Bissau.

A posição foi manifestada nesta quarta-feira, 06 de novembro, à imprensa, através do ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, que é também tutela da Defesa, Luís Filipe Tavares. As declarações foram feitas depois do desfile militar, realizado na Avenida Amílcar Cabral, no Platô, para comemorar o Dia da Defesa Nacional, assinalado no referido dia.

Segundo o governante, Cabo Verde vai continuar a trabalhar para que no quadro da CPLP e da CEDEAO sejam encontradas rapidamente as soluções para a crise política pela qual atravessa a Guiné-Bissau.

Foi ainda salientado que Cabo Verde alinha com a posição do Conselho de Segurança das Nações Unidas, tendo a mesma fonte alegado que esta organização internacional “tem sido muito clara em relação a esta posição”, ressalvando que o alinhamento do seu país é o da comunidade internacional.

Neste âmbito, Luís Filipe Tavares anunciou que a CEDEAO vai ter uma reunião “muito importante” nesta sexta-feira em Niamey, no Níger, uma vez que o Presidente deste país preside à Cimeira dos Chefes de Estados da comunidade.

Recorde-se que a Guiné-Bissau está envolta numa crise política institucional, com o Presidente José Mário Vaz a demitir o Governo de Aristides Gomes, que foi escolhido nas eleições legislativas recentemente realizadas, e a nomear um novo Governo, liderado pelo dirigente do PRS, Faustino Imbali.

No entanto, Aristides Gomes e o seu Governo mantêm-se em funções e grande parte da comunidade internacional reconhece o seu executivo como único e legitimo, a quem pedem que organize as eleições presidenciais marcadas para o dia 24 deste mês.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo