Cabo Verde

Cabo Verde registou recessão histórica em 2020

Cabo Verde teve uma recessão económica histórica de 14% em 2020, devido às medidas impostas para travar a pandemia da Covid-19 no país e no mundo. Essas restrições prejudicaram gravemente o turismo, setor do qual a economia do arquipélago depende significativamente. 

Neste ano de 2021, o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, já veio dizer que não está descartada a possibilidade de ser feito um Orçamento Retificativo. 

Em 2019 tinha sido registado um crescimento económico de 5,7% no país. O setor do turismo, que representa cerca de 25% do Produto Interno Bruto (PIB) cabo-verdiano, teve nesse ano um recorde de 819 mil turistas. 

 em 2020 o Governo teve a necessidade de aprovar, em julho, um Orçamento Retificativo para combater os aumentos com os apoios sociais e cuidados de saúde, de maneira a lidar com a pandemia. A mesma situação pode acontecer este ano, referiu Correia e Silva, igualmente devido à Covid-19. 

Isto porque 2021 terá uma retoma mais lenta do que aquela prevista quanto à procura turística por Cabo Verde, devido às novas vagas da pandemia que afetam os países emissores de turistas para o arquipélago, principalmente da Europa.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo