Cabo Verde: TACV quer demitir 42 trabalhadores para manter-se

A presidente do conselho de administração da TACV, Sara Pires, informou que a companhia aérea necessita dispensar cerca de 42 dos mais de 200 trabalhadores para manter o equilíbrio. No entanto, realçou que tal só acontecerá em último caso. 

A afirmação foi feita aos jornalistas a meio de uma audição na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Nacional, relacionada com a privatização da TACV. 

“A empresa precisa ser redimensionada para fazer jus ao número de aparelhos que nós temos previsto operar. São três aparelhos e com isso registamos o excesso de pessoal que tem de ser dispensado. Nós priorizamos o acordo de pré-reforma e mútuo acordo. Despedimentos será sempre em último caso e este processo tem estado a decorrer de uma forma natural”, esclareceu. 

O maior desafio da administração da TACV, prosseguiu, é manter a companhia a voar, principalmente numa altura em que a situação financeira da empresa agravou-se com o aumento dos preços dos combustíveis. 

Segundo Sara Pires, “aquilo que depender de nós tudo faremos para que a empresa possa atingir um grau de sustentabilidade e não dependa dos avais do Estado para sobreviver”. Salientou, contudo, que há fatores externos que a administração não controla e que poderão ditar a necessidade de a empresa precisar de ajudas do Estado. 

Apesar de um cenário menos favorável, disse estar “otimista”. A retoma das operações em dezembro do ano passado tem estado a decorrer num “bom ritmo”, com uma taxa de ocupação que considera “boa” na rota de e para a Praia, com média de 80%.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Afeganistão e China assinam contrato para extração de petróleo

Afeganistão e China assinam contrato para extração de petróleo

As autoridades talibãs do Afeganistão assinaram nesta quinta-feira, 05 de janeiro, um contrato com a empresa chinesa Central Asia Petroleum…
Revista de Imprensa Lusófona de 06 de janeiro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 06 de janeiro de 2022

O “Jornal de Angola” menciona “Partido FNLA admite pendente na entrega do relatório financeiro”. No “Portal de Angola” lê-se “PRS…
Guiné-Bissau Caso N'Batonha: Forças de ordem impedem vigília de ambientalistas

Guiné-Bissau Caso N'Batonha: Forças de ordem impedem vigília de ambientalistas

As Forças de ordem impediram esta quarta-feira (04.1) a vigília das Organizações da Sociedade civil contra a “destruição” do Parque…
Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

O candidato à presidência do MpD, Orlando Dias, iniciou 2023 com a apresentação de uma Nova Carta Política para unir…