Cabo Verde: Tomada de posse de Neves conta com 5 chefes de Estado e 12 delegações

O novo Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, vai tomar posse da função esta terça-feira, 09 de novembro, depois de ter sido eleito a 17 de outubro. A cerimónia da tomada de posse conta com 12 delegações estrangeiras, cinco delas lideradas por chefes de Estado. 

Segundo a “Inforpress”, o mapa de gestão das delegações indica que os cinco Presidentes esperados são Marcelo Rebelo de Sousa, de Portugal, José Lourenço, de Angola, Umaro Sissosso Embaló, da Guiné-Bissau, Macky Sall, do Senegal, e Nana Akufo-Addo, do Gana e também presidente em exercício da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). 

Os cinco chefes de Estado irão estar acompanhados dos respetivos ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação e de outras áreas. 

Apesar de os Presidentes da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Mbasogo, e de São Tomé e Príncipe, Carlos Vila Nova, terem confirmado a presença e depois desmarcado, sabe-se que ambos os países vão ser representados por Delfim Neves, presidente da Assembleia, e Gaudêncio Mohaba Messu, presidente da Câmara dos Deputados. 

Ainda de acordo com o mapa de gestão das delegações, irão fazer-se representar na tomada de posse outros países com os quais o arquipélago africano tem relações de cooperação, como os Estados Unidos da América, cuja delegação é chefiada pelo Secretário de Estado do Trabalho, Martin Walsh, o Brasil, pelo vice-presidente, Hamilton Mourão, e a França, pela ministra da Igualdade de Género e franco-cabo-verdiana Elisabeth Moreno. 

Aguarda-se igualmente no evento a presença do presidente da CEDEAO, Jean Claude Kassi Brou, e do secretário executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Zacarias da Costa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin