Cabo Verde valida Plano Nacional de Contingência da Gripe Aviária Altamente Patogénica

O atelier de Validação do Plano de Contingência da Gripe Aviária Altamente Patogénica em Cabo Verde, aconteceu na cidade da Praia durante os dias 11 e 12 de agosto, com o objetivo de validar o referido Plano, bem como delinear as condições para operacionalização do mesmo.

“Nós temos que continuar a trabalhar para que não venhamos a ter a gripe aviária altamente patogénica, mas é fundamental que estejamos preparados. Daí que nós desenhamos toda essa estratégia conjuntamente com organismos Regionais e Internacionais”, adiantou Gilberto Silva, Ministro da Agricultura e Ambiente.

Segundo Diretora do Serviço da Pecuária, Ana Olende, “este plano surgiu dado a situação sanitária no mundo, dado aos surtos que aconteceu, na Mauritânia, Nigéria e recentemente no Senegal. O Centro Regional de Saúde Animal da CEDEAO recomendou que todos os estados-membros ativem o plano e implementem medidas para poder terem a capacidade de resposta face a essa emergência sanitária.”

A Gripe Aviária Altamente Patogénica, GAAP, é uma doença viral altamente contagiosa provocada pelo vírus H5 que afeta várias espécies de aves domésticas produtoras de alimentos (galinhas, perus, codornas, patos), aves de companhia, aves silvestres, bem como outras espécies, como esporadicamente mamíferos, incluindo humanos.

É de aludir que o plano irá trabalhar medidas de controle, vigilância e prevenção da doença cuja origem pode ser viral ou devido à circulação de aves migratórios. Relativamente ao contágio dessa gripe em humanos, Maria Lima, Presidente do INPS explica que “nós enquanto Instituto Nacional da Saúde Pública, estamos em diálogo permanente tanto com a Direção Nacional da Saúde, como com a Direção da Pecuária e temos os investigadores para os postos de entrada em alerta, e reforçados”.

O Ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, diz que a partir do momento em que o plano é validado vão ser reforçadas as capacidades dos serviços nacionais, a sensibilização dos órgãos ligados ao controlo e fiscalização de produtos, a monitorização das aves migratórias, assim como haverá maior investimento em recursos para eliminação de focos o mais rápido possível se assim se justificar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: XII Congresso da Frelimo encerra um dia mais cedo

Moçambique: XII Congresso da Frelimo encerra um dia mais cedo

O XII Congresso da Frelimo começou na passada sexta-feira, 23 de setembro, e iria terminar na quarta-feira, dia 28. No…
Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

Cabo Verde: Donativos internacionais desceram mais de 30%

O Ministério das Finanças de Cabo Verde registou uma queda de 30% nos donativos internacionais recebidos até julho, comparativamente ao…
Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

Angola: Secretário do MPLA no Rangel vigiado pelo SINSE

O primeiro secretário distrital do Rangel do MPLA, Josué Gourgel, está a ser vigiado pelo Serviço de Inteligência e Segurança…
Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

Cabo Verde: UCID alerta para "reformas sem planeamento" na Educação

A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) partilhou a sua preocupação em relação à forma como tem sido implementada a…